20 abril, 2016

A DUPLA MORALIDADE

Que o Bolsonaro é um pateta eu já disse alhures. Defender a tortura e homenagear torturadores é mais que uma patetice, é uma imoralidade. Quem se associa a essas idéias, desculpe, não está do meu lado.
O curioso, porém, e ver a esquerda indignada com as palavras de Bolsonaro e nada falar contra os deputados que homenagearam Mariguela, um terrorista assassino. Entre os indignados, muitos homenageiam nas salas de aula figuras como Che Guevara, que matava com prazer doentio.
o são poucos os que silenciam diante de regimes que mataram milhões de pessoas no século XX, justificando seus crimes em nome de um mundo mais justo e igualitário. E não é raro encontrar entre esses indignados, os que apoiam esses regimes com entusiasmo
É a mesma velha dupla moralidade. Os crimes de meus adversários devem ser denunciados e punidos. Os dos meus aliados, transformados em atos de resistência e consciência política.
Bolsonaro, e seus assemelhados nunca terão sequer a minha simpatia, mas os heróis que a esquerda cultua, também não.

Nenhum comentário: