14 julho, 2015

Reinaldo Azevedo sofre mais ataque de O Antagonista.




Diálogo entre Diogo Mainardi e Mário Sabino
A partir de 9’18’’

MÁRIO:  Nesse contexto todo, Diogo, o dado escandaloso, claro que tudo isso [ a operação Lava-Jato] é um escândalo, mas o mais escandaloso, é você vê jornalista, que a gente achava que era jornalista; e oposicionista, que a gente achava que era oposicionista; fazendo o jogo... o jogo do governo

DIOGO: Descaradamente

MÁRIO: O jogo para  melar a Lava-Jato

DIOGO: Descaradamente, mas descaradamente, descaradamente.

MÁRIO:  Deslavadamente. Isto é uma vergonha. Isto é uma vergonha!

(...)

11’41’’

MÁRIO:  ... quando você começa a criar no Brasil uma atmosfera, um ambiente hostil ao Sérgio Moro, dizendo que ele errou mesmo sem ele ter errado, certo, você cria o pretexto mais vagabundo para um tribunal superior tentar cassar a Lava-Jato, tentar melar a Lava-Jato.

DIOGO: Mas é claro.

MÁRIO:  Anular a Lava-Jato

DIOGO: Se você todos os dias contesta todas as teses que foram demonstradas pela Lava-Jato. [Diogo inicia um falsete] "Não é cartel. Não pode prender preventivamente". Esse tipo de coisa acaba minando a credibilidade de uma operação que é revolucionária no Brasil.

MÁRIO. Claro, claro. Então olha aqui:  dia 16 [de agosto], prestem bem atenção a quem vai, viu, na passeata. O Antagonista não tem medo de ir em passeata. Mas eu tenho certeza que tem muito jornalista que vai ter medo de ir, viu.

DIOGO: [Risos irônicos]




Nenhum comentário: