09 dezembro, 2011

Cuidado com as citações ou Fernando Pessoa, não!

Um dos maiores problemas das pesquisas feitas na internet é a falta de confiabilidade na informação. A facilidade de pesquisar na rede faz com que as pessoas não tenham o cuidado de checar se aquilo que ela toma como correto, verdadeiro e seguro, tem mesmo essas características.

Isso fica mais evidente quando se pesquisa citações ou, como se diz por aí, "pensamentos" de autores famosos. Quantas vezes li e ouvi "pensamentos" atribuídos a Fernando Pessoa, Einstein, Gandhi, Madre Tereza de Calcutá e tantos outros que nunca foram ditos ou escrito por eles. Por isso, sempre adoto como critério de segurança, ao fazer uma citação, indicar o livro ou a obra de onde a citação foi retirada. Dessa forma, evito o constrangimento de alguém olhar para mim e dizer: "olha, não é de Fernando Pessoa."

Essa semana fui a uma colação de grau onde repetidas vezes foi feita a seguinte citação:

"O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." (FERNANDO PESSOA)

A citação acima foi retirada, possivelmente, do seguinte site (http://www.conselhonet.com.br/frases.htm). Poderia ter sido de muitos outros. O referido site está cheio de citações de vários autores onde a maior parte, eu posso apostar, nunca foram ditas ou escritas por eles. O trecho destacado, considerado de Fernando Pessoa, já foi atribuído a outro escritor chamado Fernando, o que talvez explique a confusão. Estou me referindo a Fernando Sabino. O que posso afirmar com segurança é que de Fernando Pessoa não é.

Fico aqui pensando por que diabos as pessoas precisam, para parecerem profundas, recorrer a citações que, supostamente, foram ditas ou escritas por autores famosos. Não teriam elas capacidade de escrever o seu próprio texto? Aquiesço que às vezes uma citação se encaixa perfeitamente na mensagem que queremos transmitir, mas aí, é imperioso que a gente tenha o cuidado e a seriedade de citá-la indicando a fonte.

"Zé Paulo, você conhece tudo que o Fernando Pessoa escreveu?" - Não, mas o que conheço me permite afirmar com segurança que o poeta português jamais escreveu algo parecido e que o estilo não é de Fernando Pessoa, nem de seus heterônimos.

Eu sei que até em sites lusitanos a tal citação aparece como sendo de Fernando Pessoa, e daí? A tolice não é exclusividade nossa. Em todos os sites onde a citação aparece sendo do poeta lusitano, não há uma mísera indicação da fonte: seja um poema; uma carta ou mesmo um bilhete.

Estou aqui à espera que alguém, na rede, indique com precisão a fonte dessa citação. Até lá, sustento: Fernando Pessoa, morto em 1935, nunca escreveu algo parecido.




Um comentário:

Anônimo disse...

Hah! eu conheço essa frase como citação de Shakespeare. o que também
discordo...
Isso deve ter sido retirado de algum filme ou coisa assim... Pessoa definitivamente não é... embora o google discorde da gente.

Rafael