04 setembro, 2011

O amor é alegre, mas não brinca.

O amor é alegre, mas não brinca.
E nunca acaba de súbito.
Ele se despede minuto a minuto.
Antes de quebrar, ele trinca.


Nenhum comentário: