28 agosto, 2011

Versos num domingo de manhã...






A TRISTEZA.


A Tristeza não se define,

Não se mensura,

Nem se explica.

A Tristeza apenas dói

E dói mais

Quanto mais

Não se define,

Não se mensura

E nem se explica.


A Tristeza é a treva em pleno dia

É a vitória da covardia,

Sobre a coragem.

A Tristeza é a solidão no escuro

É uma prisão sem muros

É adiar a viagem...


A Tristeza é mais outono que inverno

O prenúncio da desolação

É como aquele carinho terno,

Que antecede a separação.

A Tristeza não se explica,

Como a dor que não é física.

Nenhum comentário: