10 maio, 2011

Tem feira...

Podia ser na mesa da cozinha, ou no centro que ficava na sala, ou num tabuleiro debaixo da mangueira ou do coqueiro, não importa: quando eu, meu pai, meu irmão e minha irmã (minha mãe quase nunca), jogávamos o "burrinho" no dominó, invariavelmente, cantávamos o jingle das Casas José Araújo quando qualquer um, por "tocar", tinha que pegar, uma a uma, as pedras até achar aquela que podia ser usada.

Hoje, não há mais mesa, centro ou tabuleiro...

Hoje, estou em Brasília, meu irmão em Maceió e minha irmã em Recife. Hoje, meu pai não joga mais dominó...

Hoje, só nos resta a lembrança de um tempo muito antigo.

A música segue abaixo.


Nenhum comentário: