01 julho, 2009

Lula manda e o PT obedece.

Sarney é carne podre. Não manda mais em nada. Se ainda permanece na cadeira de presidente do Senado é porque sua renúncia ou mesmo seu afastamento é antes um perigo para o Governo Lula do que uma tentativa de mostrar alguma decência.

Essa história de Sarney está velha e o fim será, como sempre e infelizmente, a impunidade. O novo fato político é muito melhor. Lula, da África, onde participa de uma reunião de assassinos ditadores do continente, mandou o PT do senado, que ontem defendia a permanência de Sarney, e hoje em reuniões pela manhã e à tarde pediu seu afastamento, voltar atrás e reafirmar seu apoio e solidariedade ao senador José Sarney.

As indas e vindas do PT nesse caso provam que o partido está dividido entre o clamor da opinião pública que exige providências e o temor do que pode vir acontecer ao governo caso Sarney renuncie ou se afaste. A opinião que conta para o PT, no entanto, é a de Lula. Lula manda e o PT obedece. Sempre foi assim. Sempre será assim. Esse papo de que no PT se respeita as instâncias democráticas do partido é mais uma balela que os petistas disfarçados de jornalistas fizeram prosperar na opinião pública. Vê-se, no Caso Sarney, quem manda no partido.

Em 2005, no auge da Crise do Mensalão, quandos os graúdos do PT foram pegos com a mão na grana corrompendo partidos e parlamentares, restou a Lula a desculpa cínica, logo copiada por outros crápulas, de que não sabia de nada. Ora, meus ingênuos, um homem que da África manda uma ordem que desautoriza a decisão de uma bancada de 14 senadores e é obedecido, um homem como esse não só sabe de tudo como manda em tudo. Fui sutil? Espero que não.

Não é de hoje que o PT está na mão do PMDB mais podre, mais velhaco, mais corrupto. Alguém que se fia em Sarney e Renan dá bem a medida de sua moral, não acham? Continuaremos a bancar, com os nossos impostos, essas ilegalidades.

O Poder Legislativo no Brasil se entregou. Podia ter dado um exemplo em 2005, mas fez uma composição com os corvos de sempre. De lá para cá, só foi se apequenando, caindo num abismo tão profundo que o chão parece nunca chegar.

Lula, como sempre, fia-se na sua grande popularidade para fazer o povo aceitar o inaceitável. O pior é que ele consegue.

6 comentários:

Anônimo disse...

Grande popularidade comprada por bolsas esmolas...

Flavia Rizzo

Anônimo disse...

Dilma defende Sarney e diz que ele está sendo "demonizado",como se alguém pudesse demonizar o demônio.

Cristina

Anônimo disse...

Parece o comercial das Havaianas: A moça (o povão) preocupada com a crise ... o pessoal da roda de samba (políticos em geral) cantando e batucando... com nosso dinheirinho... Tristeza... por favor vá embora... Tá tudo dominado!!!!

Costa

Anônimo disse...

É triste ver como o povo brasileiro esqueceu como protestar e exigir o mínimo de respeito e honestidade dos que nos governam... A imprensa não é mais a mesma...
Roberta

Zé Costa disse...

Acabei de receber, em tão pouco tempo, três comentários nesse post, que chego a desconfiar que foram feitos pela mesma pessoa, que apenas mudou os nomes.

Por que desconfio? Ora, não sou tão lido assim para receber em três minutos, três comentários.

Clara disse...

ownnnnnnn