05 março, 2009

"Eu tento ser humilde, mas meu time não deixa"


Eu pertenço a esta nação!

Aqui, no passado, muitos caíram. Aqui, outros tantos cairão. Que venha o Palmeiras!

Que a imprensa do centro-sul ignore a campanha histórica do Sport na Libertadores, não é estranho. Estranho é no rodapé das edições imprensas, nos links discretos das homepages esportivas ou na narração burocrática dos locutores esportivos a afirmação de que o Sport é o Brasil na Libertadores. Não é. O Sport é Pernambuco.

Abaixo, o hino do glorioso!







Com o Sport Eternamente estarei
Pois rubro-negras são
As cores que abracei
E o abraço, de tão forte,
Não tem separação
Pra mim, o meu Sport É religião

A vida a gente vive
Pra vencer Sport, Sport
Uma razão para viver

Treze de Maio,
Mil novecentos e cinco
Dia divino em que Guilherme de Aquino
Reune, no Recife, ardentes seguidores
Fundando esta nação de vencedores
Que encanta, enobrece e dá prazer
Sport, Sport
Uma razão para viver

Eterno símbolo de orgulho
É o pavilhão
De listras pretas e vermelhas,
Com o Leão
Erguendo, imponente, o imortal escudo
Mostrando à gente que o Sport é tudo
Que a vida tem de belo a oferecer
Sport, Sport Uma razão para viver

São gerações e corações
Fazendo a história
São campeões e emoções
Tecendo a glória
Do bravo Leão da Ilha, Sport obsessão
Que faz bater mais forte o coração
Torcida mais fiel não pode haver
Sport, Sport Uma razão para viver
Sport! Sport! Sport

Quem é desta nação emociona-se com cenas como as que você pode ver abaixo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Amanhã o bicho vai pegar, o Leãozinho vai virar um gatinho e o meu VERDÃO vai atropelar, se segura na cadeira filhão, amanhã dá-lhe porco, dá-lhe porco, dá-lhe porco,dá-lhe porco, dá-lhe porco, dá-lhe porco,dá-lhe porco, dá-lhe porco, dá-lhe porco.