12 janeiro, 2008

Aconteceu num domingo...

Estêvão está, pela primeira vez, sob os meu exclusivos cuidados. Temo que ao fim, quem precise de cuidados seja eu. Já dei a papinha dele e nessa operação consegui sujar a cadeirinha, a roupa - minha e dele - o chão, até as cortinas! O que sobrou, ele comeu.

De reprente ele começou a querer braço e a choramingar de uma maneira irritante. Sem alternativa, aquiesci ao seu choramingado, e para minha surpresa, em pouco tempo ele desmaiava... de sono.

Dormiu 1 hora. Essa é a média dele, seja de dia, à tarde ou de madrugada.

Acordou meio chato, acho que todos acordam um tanto mal humorados. Passeei com ele, ele ficou sério. Parecia não querer papo, e olhe que me esforcei: fiz besourinho, voz de imbecil, ajoelhei-me, mostrei gato, cachorro, passarinho... Nada o demovia da atitude solene de observar ao redor sem qualquer demonstração de satisfação.

Ao final do passeio ele começou a esboçar um protesto. Voltei para casa. Tentei dar maçã - sempre acho que quando ele chora ou fica chato só pode ser duas coisas: bumbum sujo ou fome. A primeira hipótese eu tinha descartado, pois acabara de trocar a fralda dele. A segunda, pensei resolver com a maçã RED, mas ela estava intragável e, claro, ele não comeu. Apelei para a ameixa vermelha, deu certo. Ele comeu duas.

Parou de chorar e começou a mexer nos meus livros. A prateleira mais baixa já foi dessarumada, todos os livros e revistas no chão.... "Não Estêvão! Não pode ras..."

preciso ir.


3 comentários:

rosa disse...

Hahahhaa, boa sorte com o Estevão, o Alexandre meu filho mais velho era assim não parava um segundo ele tem hiper atividade em estagio leve (não precisa de medicação) para queimar energia coloquei ele (com 2 anos) no maternal com um quintal gigante, e hoje faz natação, ajuda muito principalmente nos os pais que não temos nem 1/3 desta energia. O Gabriel gosta de fazer passarelas com meus livros e fica andando de lá pra cá, ele elegeu um preferido para rabiscar, uma hora eles aprendem, mas ate isso acontecer muitas folhas continuaram voando para o nosso desespero.

Abraços Rosa

S disse...

É uma fase de aprendizado pra ele, mas para vc tbm...
Ainda por cima, comece a considerar a possibilidade de choro ser tbm gases, dor, indício de que algo não vai bem. E isso só a prática mesmo va te ensinar.
E até voces dois começarem a se entender vai ser assim mesmo, dando tiros no escuro.
Acho divertido essas histórias.
Ahh sim, crianças adoram que cante. Pq não experimenta?
Beijos

PATRICIA M. disse...

Criancas, hehehe. Eh legal quando o moleque eh quietinho, visitei o filho de uma amiga minha hoje que eh um anjo. Diz o pai que o moleque (de 6 meses) dorme a noite inteira, direto. Um desses eu quero. Hahahahahahahahaha.