03 dezembro, 2007

As coisas no seu devido lugar.


A imagem que ilustra o post se auto-explicaria não fossem nossos jovens doutrinados pelo pensamento canhestro de que criminoso de esquerda é, na verdade, um herói revolucionário. Se a verdade fosse mostrada - não falo aqui de versões ou interpretações, mas de fatos reconhecidos por todos os envolvidos, registrados em diários e tudo mais - os alunos entenderiam que o "porco fedorento" do Che Guevara não passou de uma assassino vil e sanguinário que em cartas a uma de suas mulheres escreveu que "estava sedento de sangue" à época da Revolução Cubana. Este homem torpe, tido como símbolo de uma junvetude, muitos nem mais tão jovens, inconformada e progressista, que só quer o bem de todos, foi o mesmo que mandou matar um adolescente de 15 anos por ter pichado dizeres contra a Revolução em Cuba e, fez isso, de modo particularmente cruel: diante dos apelos de uma mãe desesperada para que soltassem seu filho preso, el comandante determinou que o matassem logo para abreviar o sofrimento da mãe.

Estes dois exemplos são "fichinhas" diante de tantos outros, como a criação de um campo de concentração em Cuba, para punir e matar dissidentes. Mesmo assim, este facínora foi entronizado, chegando a ser comparado a Jesus Cristo, uma blasfêmia! A melhor comparação é a que está na ilustração acima. Che Guevara, pelas idéias totalitárias, pela morte de tanta gente, pelo prazer da violência, está muito mais próximo a Hitler. Se, com justificada razão, há motivos para termos ojeriza a Hitler, por que não a termos a "Che"? Por que ele é de esquerda? Ora, meus ingênuos. Quem mais produziu uma montanha de cádaveres ao longo da História foram justamente os líderes de esquerda, como lembrou o Reinaldo, desde Robespierre, passando por Lênin, Trótsky, Stálin, Mao, Pol Pot e outros.

5 comentários:

Cfe disse...

Como seu habitual leitor, vendo que descobriu a "Atlântico" - talvez através do Reinaldo Azevedo - quero só chamar a atenção de que esse blogue está em verdadeira guerra civil. E gente que tem opiniões parecidas com as suas (e minhas) está de saída.

Cumprimentos,

Magui disse...

Ele era tão violento e incapaz( Como Ministro da Economia quase faliu o banco e o país) que Fidel Castro deu um jeito dele sair de Cuba.A verdade é que ele é muito bonito e fotogênico e os comunistas precisam de um ícone pop para convencer a geração idem.Mas o feitiço virou contra o feiticeiro.Ele pediu para não morrer como milhares fizeram com ele no que ele chamou de paredón.Ou os amantes dos BBBs não sabem o quu é paredão?
http://somagui.zip.net

Cfe disse...

Pronto, logo no meu primeiro comentário vou ter de desmenti-lo logo em seguida: não porque errei mas porque os fatos mudaram.

Quem vai sair da Atlântico não é a pessoa(André Azevedo Alves) que tem opiniões parecidas com as nossas, esse resolveu ficar. Quem irá sair é aquele que implicou com as posições deste seu colega de blog querendo limitar o direito de expressão deste, insultando-o.

Achei melhor esclarecer isto para não deixar informações erradas

Blogildo disse...

Não é a toa que os cabritos ficam à esquerda do Cristo entronizado.

Quando vejo um jovem idolatrando Che pergunto se ele sabe a nacionalidade de Che. Geralmente o jovem diz: Cubano!

Eu digo: É argentino! Você tá usando a camisa de um argentino, seu mané! Geralmente isso basta pro moleque abandonar a vestimenta. A molecada não tem convicção alguma. Querem apenas um ídolo pra chamar de seu. Se a esquerda empurrar Bin Laden, será Bin Laden.

Costajr disse...

Sabe o que é irônico, Blogildo? Muitos nem são mais tão jovens, assim.

um abraço.