16 agosto, 2007

Mais um pouco de política local.

A depender do ânimo e da disposição dos deputados distritais, Érica Kokay pode ficar tranquila. Ninguém quer mexer em vespeiro. Vejam mais um exemplo: a suplente do deputado Pedro Passos, é Eurídes Brito Silva, ex-secretária de educação do DF na gestão Joaquim Roriz. Só com essa credencial já é possível saber que a dita deputada não é assim tão vertical em matéria de probidade administrativa.

Eurídes Brito Silva responde na justiça por crimes bem singelos, como o de improbidade administrativa, prevaricação e corrupção passiva. Pronto. Está mais do que qualificada para assumir uma cadeira no poder legislativo do DF.

Segundo o Correio web , os deputados não vão trazer à tona os processos que Eurídes Brito responde na justiça. Segundo eles, o clima da casa ficou muito pesado com o caso Pedro Passos, e, a imagem da casa já está bastante desgastada. Entendi. Para não pesar o clima e não piorar a imagem da casa, os deputados não querem saber de investigar colegas pegos com a mão na massa. Ei, Érica, relaxa!

Um comentário:

Ricardo Rayol disse...

é uma dita dePUTadA