10 julho, 2007

Pã ou Pan? Eis a questão.

Sou apenas um professor de história sem dinheiro no bolso, cujo patrimônio se resume a um GOL 1000, ano 2003 e sem título de mestre ou doutor. Mesmo assim, correndo o risco de ser chamado de pedante e petulante, vou prevenir meus 8 leitores a não caírem na esparrela de certos "doutores" e jornalistas com essa história da origem da palavra Pan.

Não costumo assistir ao jornal da Band, mas como a novela da Globo, Sete Pecados, é insuportável, fico mudando de canal à procura de algo menos ruim. Minha mulher sugere, quase como uma ordem, que eu desligue a TV. Como sempre, deveria ouvir mais a D. Costa Junior. Vixe! Estou eu tergiversando.

No jornal da Band desta noite, um repórter do Rio de Janeiro, que não me lembro o nome, fez uma matéria sobre a origem e o significado da palavra PAN. O repórter, cheio de si, perguntou aos cariocas se eles sabiam a origem e o significado da palavra. Ninguém sabia, e pasmem, nem o repórter.

Segundo a matéria, baseada inclusive na sabedoria de uma professora de português - seria aluna de Marcos Bagno? - Pan vem do deus mitológico grego, Pã. Este ser, meio homem e meio bode, a quem os romanos chamariam mais tarde de Fauno, segundo a matéria, deu origem ao termo PAN. No decorrer da reportagem - à esta altura eu sentia um constrangimento tão grande que cheguei a fechar os olhos para não ver tanta gente falando bobagem - a douta professora e o repórter sábio chegaram a relacionar os jogos do Pan às qualidades do deus Pã, a saber, sensualidade, erotismo, essas coisas. A parte sábia da reportagem e que passou batida pelo repórter, foi o depoimento de um taxista que temia que as ruas interditadas por causa do Pan, não se transformassem em pânico para o ganha-pão dos motoristas de taxi. A palavra pânico, esta sim, deriva diretamente do deus grego. Se vocês quiserem depois explico de onde vem essa relação.

PAN é a forma neutra do adjetivo pâs, em grego, e quer dizer todo, toda, tudo. Ou seja, nada tem a ver com o deus Pã. Quando anteposto a um vocábulo com existência independente, o prefixo pan, amplia-lhe o significado em toda a sua extensão e abrangência. Assim, pan-americanismo significa toda a América, como pan-eslavismo, todos os povos eslavos, e pan-helênico, relativo às Póleis gregas.

Enfim, o deus Pã, protetor dos rebanhos, um tanto fissurado nas ninfas, não deu origem a termos como pan-americanismo. Esse termo, vem do prefixo Pan, e tenho dito.

2 comentários:

PATRICIA M. disse...

Jura que eles explicaram assim? Mas que povo mais burro, meu Deus. Deveriam calar a boca se nao sabem.

Anônimo disse...

Tipico do povo brasileiro ñ ter conhecimento das coisas e nem dos fatos em si, e ridículo colocar no ar um questionamento sem mesmo ter resposta para a mesmo......