17 junho, 2007

Vestibular UNB 3

O item 84 está correto! As Grandes Navegações que tiveram início no século XV,mas que ganharam um forte impulso no século seguinte, foram contemporâneas dos movimentos citados no item e em grande parte, foram causa e efeito desses movimentos. Exemplo: A crise do sistema feudal no século XIV e o rensacimento comercial da Europa impulsionaram o advento da economia capitalista, que por sua vez, moveu recursos para a aventura marítima no intuito de encontrar um caminho marítimo para o oriente, de onde vinha as cobiçadas e lucrativas especiarias.

O item 85 está, para mim, errado! Alguns cursinhos disseram que este item está correto. Polêmica. Adoro uma. Vejam bem: o item afirma que na Europa medieval em grande parte marcada pelo feudalismo, a ruralização provocou o desaparecimento do comércio e de vestígios de vida urbana. Isso está correto. O problema é o período de 1000 anos que o item informa. A partir do século XI, há o renascimento comercial e urbano, de modo que não posso aceitar como correta a afirmação de que em toda a Idade Média, que durou 1000 anos, o comércio não existiu e as cidades desapareceram.

O item 86 está correto! A Igreja foi a instituição mais poderosa da Idade Média. Esse poder vinha, sobretudo, de uma forte mentalidade religiosa e da ausência de um poder político centralizado. Não esqueça que na Idade Média havia a descentralização política. A Igreja, foi durante muito tempo, o único exemplo de poder político centralizado. Desse modo, exerceu tanto o poder espiritual como o poder temporal. O aluno que fez a prova de espanhol, poderia lembrar que o acordo entre os reis de Portugal e da Espanha, tiveram a chancela da Igreja.

O item 87 está correto! Uma das pré-condições para o projeto de aventura marítima, era o centralismo monárquico. No século XII, a partir de Afonso Henriques, Portugal se constitui num reino centralizado, o primeiro da Europa. Criando assim uma das pré-condições indispensáveis para a aventura em ultramar. Não esqueça que no século XV o oceano atlântico era chamado de mar tenebroso, por acreditarem que era povoado por monstros e possuía abismos onde as naus desapareceriam. Essas superstições comprovam o desconhecimento que se tinha do oceano atlântico.

O item 88 está errado! Muito bom esse item. Sem cair na eterna estupidez da “descoberta” intencional ou não, do Brasil; o item toca no essencial: o objetivo principal das viagens portuguesas, assim como das viagens espanholas, era encontrar um caminho marítimo para as Índias. No caso português, uma vez que sua rota era contornar o continente africano, também era indispensável o controle da costa africana. Foi nesse contexto que as naus comandadas por Cabral acabaram chegando na Bahia em abril de 1500 e no mês eguinte zarparam para as Índias, contornando a África.

O item 90 está correto! Os descobrimentos mudaram a concepção de mundo que se tinha até então. A notícia de novas terras e de novas gentes, deu ao europeu a certeza de que o mundo era bem maior do que eles imaginavam. De fato, a mentalidade do renascimento também contribuiu para a mudança de percepção do europeu em relação ao mundo. O antropocentrismo, principal característica do humanismo, ajudou nessa mudança de mentalidade.

O item 92 está correto! A colonização efeitiva do Brasil ocorreu a partir de 1530, logo no corte temporal do Antigo Regime. Os monopólios, o dirigismo estatal e o Pacto colonial são exemplos de práticas mercantilistas que marcaram o processo de colonização do Brasil.

O item 93 está errado! Este item contradiz às informações do item anterior. O modelo de colonização portuguesa foi clássico. Absolutismo da metrópole, que distribuía monopólios e determinava taxas protecionistas e Pacto Colonial que obrigava a colônia a fazer comércio apenas com a metróple. Nada de livre cambismo. Apenas em 1808 e por razões externas, é que o Pacto colonial seria rompido no Brasil.

O item 94 está correto! No texto “a nova noção de colônia, refere-se ao neo-colonialismo do século XIX. Nesse contexto, territórios africanos e asiáticos, foram dominados pelas potências industriais européias. As colônias agora seriam mercados para produtos industriais e ofereceriam matéria-prima para as indústrias européias. As disputas por colônias, reforçou o caráter imperialista do empreendimento, onde as potências industriais européias impunham sua cultura e seus valores aos povos conquistados.

O item 95 está errado! É claro que o Brasil que passou por uma colonização clássica, conheceu restrições comerciais e privilégios dados às companhias de comércio, por exemplo. As demais informações do item estão corretas.

O item 96 está correto! O item se refere à clássica causa da I Guerra Mundial: as disputas imperialistas. Inglaterra e França detinham as maiores possessões coloniais na África e na Ásia, isso desagradou a Alemanha que reivindicava sua parte na distribuição das colônias entre as potências européias.

Nenhum comentário: