17 junho, 2007

Mais cuidado ALUB!

Muitos alunos e ex-alunos meus fazem ALUB, um curso preparatório cujos professores são ou foram estudantes na Universidade de Brasília. Esse curso se jacta de ser o que mais aprova alunos no vestibular da UNB e no PAS. Em sua página na internet, há o slogan: "Aqui nascem os futuros alunos da UNB", e outros de igual teor. Não conheço o percentual de aprovação do ALUB, mas devem aprovar muita gente mesmo.

Tive a curiosidade de acompanhar os itens comentados da prova do Caderno Terra. De forma geral, os comentários são superficiais, pouco consistentes e, em alguns casos, namoram com o erro puro e simples. Um exemplo notório: o comentário do item 43 desse caderno diz textualmente: " a referência temporal correta é o século XVI". Errado! Gregório de Matos, referido no item, nasceu e morreu no século XVII, mais precisamente em Salvador no dia 7 de abril de 1623, morrendo em Recife, no dia 26 de novembro de 1696.

No item 50, outra sandice. O comentário do item no ALUB é este: " O item elucida o papel da Alemanha no processo da Globalização". A pessoa que fez esse comentário não leu o item e acertou na sorte. O item refere-se à unificação tardia da Alemanha, 1871; às disputas imperialistas do final do século XIX e ao papel relevante desse país nas duas guerras mundiais.

No item 51 a pobreza do comentário é aterradora. diz o ALUB: " A Argentina é um dos países mais industrializados da América Latina". "Não está errado Zé Paulo", diriam os colegas, eu sei, mas há outros erros gritantes que poderiam ser mencionados, como o de afirmar que a Argentina foi um dos últimos países da América Latina a obter a independência.

. O ALUB é sério, responsável e tem muitos alunos; por isso, precisa ser mais convincente quando disponibiliza na rede comentários que, se não pecam pelo erro puro e simples, pecam pela argumentação débil e inconsistente.

Bem, se vocês quiserem acompanhar e comparar os comentários dessa prova neste blog com os comentários do ALUB, clique aqui.

PS: O comentário do item 53 é de doer. Diz o comentário que o candidato vencedor das eleições francesas é xonófobo e outras bobagens, mas o pior, foi a afirmação de que a plataforma vencedora contraria o governo anterior. Anterior a quê, cara pálida? Sarkozy é do partido de Jacques Chirac, foi seu ministro do interior. Ai, ai, isso cansa.




9 comentários:

Blogildo disse...

Item 14: Lampião foi um personagem da história do Nordeste e seus problemas estão ligados à seca. Ele se tratava de uma bandido (social) e não de um revolocionário.

Que raio é um bandido(social)?

Malo disse...

Um historiador sério, prazer!

Por querer ganhar tempo, a elaboração dos gabaritos dos cursinhos carecem de qualidade. Além disso, o Alub irresponsável publica seu gabarito, sem correção posterior, nos "Cadernos de Provas", e os vendem para os alunos.

É bom alertar os teus previlegiados alunos disso.

Costajr disse...

Caro amigo.

Meu gabarito é igual ao do ALUB. Minha crítica foi aos comentários dos itens. Muito pobres, quando não, errados.

Não vi o gabarito do GALOIS, um colégio famoso aqui de Brasília, mas soube que contradiz algumas respostas do meu gabarito. O Galois é famoso, Zé Paulo não. Fico, claro, com Zé Paulo.

Anônimo disse...

ATENÇAO ESTUDANTES ANTES DE EFETUAREM SUAS INSCRIÇÕES PARA O ALUB LEIAM O CONTRATO SOBRE A MULTA DE 20%

FIZ MINHA INSCRIÇÃO PARA O PRÉ-VESTIBULAR NO ALUB,POR MOTIVOS DE SAUDE NAO PARTICIPEI DAS AULAS E NEM PEGUEI MATERIAL DIDÁTICO E UMA SEMANA ANTES PEDI MINHA RECISAO DE CONTRATO ANTES DO INICO DAS AULAS, ATENDENTE NAO ME EXPLICOU SOBRE HOMOLOGAÇAO DA RECISAO, NA VERDADE ELES NAO EXPLICAM NADA P O ALUNO.POR ESSE MOTIVO ME COBRARAM UMA MULTA DE R$ 400,00 POR NAO TER PARTICIPADO DAS AULAS E E NAO DEVOLVEM SEUS CHEQUES, O ALUNO FICA PRESO COM A CARTA DE CRÉDITO SÓ PODENDO USÁ-LA NO ALUB.ISSO É UM ABSURDO,QUEREM NOSSO DINHEIRO APENAS.POR SER UMA INSTITUIÇAO DE CREDIBILIDADE EM BRASÍLIA DEVERIAM QUALIFICAR MELHOR O ATENDIMENTO AO CLIENTE...SE EU PUDESSE NUNCA MAIS ESCUTAR ESSE NOME ALUB SERIA UMA PAZ PARA MIM...PARA CONSEGUIR ESSES R$ 400,00 DE NOVO TENHO Q TRABALHAR 3 MESES, ESTOU AI SEM CURSO, SEM DINHEIRO E PRESA POR UMA CARTA IDIOTA DE CREDITO.
POR ISSO ESTUDANTES ANTES DE FAZER SUA INSCRIÇÃO P O ALUB LEIAM ATENTAMENTE O CONTRATO(MULTA DE 20%) NAO CAIAM NESSA TAMBEM.

Anônimo disse...

Quando você assina qualquer contrato, você deve lê-lo antes de tudo. Caso você não tenha lido, o azar foi seu. O lapso foi seu. Nenhuma instituição tem obrigação de falar tudo, a obrigação é sua de perguntar e correr atrás. Agora se você não foi competente suficiente para conseguir ler um contrato, meus péssames...

Anônimo disse...

Adoro críticas, mas de quem possui as competências e habilidades para fazê-las. Vejamos: "Muitos alunos e ex-alunos meus, fazem ALUB". Opsssss! Olha a vírgula separando sujeito do predicado. Que feio... Para quem se julga o conhecer mais profundo de todas as disciplinas do universo, erro bastante infantil. Faze o seguinte: um semestre de ALUB para aprender o básico.

Costajr disse...

Oh anônimo, você tem razão ao criticar de forma tão clara meu erro tolo. Acredite em mim, sou o primeiro a me envergonhar desse erro idiota. Aliás, a maldita vírgula, para mim, é sempre motivo de equívoco. Tenho estudado, mas quem sabe no ALUB os professores de gramática sejam melhores que os de história.

Você só peca numa coisa: não me julgo o conhecedor mais profundo de todas as disciplinas. Pergunte-me sobre física, matemática, biologia, e você perceberá minha absoluta ignorância.

Critiquei sim os comentários da prova de história feitos pelo ALUB. Foram medíocres e isso você não contestou, nem podia.

Sempre que você puder, leia os meus posts e corrija os meus erros - principalmente as vírgulas - e serei grato a você, creia.

Vou corrijir, ok?

Costajr disse...

Anônima, sei que você passará por aqui para saber se seu novo comentário foi publicado. Como vê, não foi. Para sua infelicidade não me aborreço quando corrigem meus erros gramaticais, pelo contrário, fico grato e procuro não repeti-los. Agora, vir aqui, mais de uma vez, sob a proteção do anonimato, não dá. Quer me corrigir? Achincalhar-me? Tudo bem, é do jogo. Só não se esconda! Tá com medinho, 02?

Você considera minha absoluta ignorância uma redundância e eu é que preciso ser mais polido? Não me incomodo com chutes na canela mafaldinha, incomodo-me é com adversários sem rostos ou nomes.

Sei que meu estilo não é diplomático. E daí? Os comentários dos itens de História que o ALUB jogou na rede e depois os tirou, foram, esforçando-me para ser educado, sofríveis. Vem o PAS por aí, vou comentar e ficar de olho nos comentários do ALUB. Torço, sinceramente, que melhorem a análise dos itens, pois do contrário, vai ter o traseiro chutado aqui.

Imperador Agellus Orochi Colossus Regis Mach V disse...

Ao blogildo lá do primeiro post:

O termo bandido (social) vem de "banditismo social", acredito que o termo que os professores do ALUB usaram é válido.

O bandido social teoricamente deveria ser uma espécie de Robin Hood.