27 maio, 2007

Ontem Silas, hoje Renan. E amanhã?

As coisas estão ficando claras antes do que eu imaginava. Talvez eu tenha sido o primeiro blogueiro a defender publicamente a inocência de Silas Rondeau nesse caso da Gautama. No post abaixo, baseado em infomações de uma fonte segura, disse que há na PF um ramo disposto a minar a influência do PMDB no governo do presidente Lula. O ministro Silas foi posto nesse furacão sobretudo porque representava o poder de Sarney e de Renan no ministério e no governo. Vamos aos desdobramentos:

Os advogados de Maria de Fátima Palmeira relataram que nas oito horas de depoimento à ministra do STJ Eliana Clamon, Fátima Palmeira repetiu que "não conhece e nem nunca esteve como o ministro Silas Rondeau" Disse ainda que o envelope que aparece nas imagens não leva dinheiro, mas uma documentação. Por que a secretária livraria a cara do ministro? Ela está suficientemente enrolada para tentar salvar alguém. De qualquer maneira, a juíza determinou seu retorno à prisão. Ontem divulguei que o próprio Zuleido declarou na prisão, conforme relatou um dos presos já soltos, que o ministro Silas é inocente.

O plano prossegue...

Logo depois da queda de Silas, que em tese também foi um golpe no PMDB de Renan e de Sarney, a revista Veja divulga uma reportagem bomba informando que Renan Calheiros, presidente do Senado, teve suas contas pessoais pagas por um lobista da construtora Mendes Junior. Não contesto a reportagem, nem a Revista. A rigor, o que a matéria fala é da esquisitice de um senador pedir a um lobista que intermedeie um assunto financeiro com uma ex-amásia do parlamentar, cuja relação produziu uma filha que hoje está com 3 anos. Minha dúvida é: Quem passou essas infomações? Que interesse havia de ligar a Mendes Junior a Renan? Não é estranho que em 1 semana os cardeais do PMDB estejam envolvidos em relações suspeitas com empreiteiras? Acabou? Não. Tem mais.

O presidente Lula ao comentar as denúncias, ainda na quinta, fez uma defesa muito tímida do Presidente do Senado. Parecia que Lula mais se defendia do que defendia Renan. O presidente preferiu, na quinta, desqualificar a matéria. Lula, porém, é um homem de convição frágil. De forma mais incisiva, no sábado, cobrou de Renan uma explicação para as denúncias; isso no jargão político é jogar lenha na fogueira que pretende queimarRenan Calheiros.

A Folha divulgou nesse domingo que o principal programa do PAC no Ministério de Minas e Energia, o LUZ PARA TODOS, vem se transformando num feudo do PT. O ministro Silas, além de não ser carreirista na política, estava na cota do PMDB, parece que atrapalhava os planos de muitos petistas dentro e fora do ministério. Não sei se eu consigo uma entrevista com Silas, mas aposto meu salário (porque se eu perder, não perco lá grande coisa mesmo) que havia dentro do ministério interesses muito sérios, contrariados. Tinha gente do PT insatisfeita com o ministro, e isso explica muita coisa.

O PMDB está na berlinda e nela deve ficar por uns tempos... Quem será o próximo cardeal do PMDB envolvido? Joaquim Roriz? José Sarney? Culpados ou não, esses homens estão sendo vítimas da Gestapo petista.

3 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Zé, sou partidário da idéia de que não acredito em bruxas mas que elas existem, existem. Esse aí que defende tão veementemente se não está levando é conivente. Um incompetente que não enxerga debaixo do próprio nariz que seus comandados estão roubando é burro demais. E isso justificaria e muito a idéia que o Lula não sabe de nada. Quanto ao Sarney, faz favor.

Cejunior disse...

Boa tese. E como o PMDB é de uma desunião que dá dó, não aparece uma única defesa decente lá de dentro... Além do que, uma banda do partido quer ver a outra pegar fogo.
Vamos ver quem será o próximo.
Um abraço e boa semana.

Costajr disse...

Amigo Rayol deixe eu explicar uma coisinha. No caso da GAUTAMA, estou quase convecido de que Silas Rondeau é mesmo inocente. Quanto a outras suspeitas, como o Noblat sugeriu em seu blog, eu não sei.

Renan, Sarney, Joaquim Roriz, Lula, Delcídio, pesquisando bem, todo mundo tem pereba e marca de vacina. Meu post se refere a uma tentativa, que me parece clara, de um setor da PF de desqualificar o PMDB, no jogo sujos dos bastidores do poder. Esses homens nunca foram angelicais, mas acho que estão sendo vítimas da Gestapo petista. Pior para eles se tem rabo preso, mas isso não significa melhor para o país, infelizmente.