20 maio, 2007

Governo Lula e a Era das Trevas!

"O séc’lo é grande... No espaço
Há um drama de treva e luz.
Como o Cristo — a liberdade
Sangra no poste da Cruz."

"— Nem mais um passo, cobardes!
Nem mais um passo! ladrões!
Se os outros roubam as bolsas,
Vós roubais os corações! ..."

Castro Alves



O caminho que trilhamos e o ambiente político em que vivemos deve ser motivo de preocupação. Nada, absolutamente nada, é mais caro a um ser humano do que a sua liberdade. As esquerdas sempre tiveram, quando eram perseguidas, um discurso em nome daquilo "que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda", como definiu tão bem a poeta Cecília Meireles, quando escreveu sobre a Liberdade. Não custa lembrar que o lema da Revolução Francesa foi apropriado pelos “iluministas” de esquerda que passaram a defender a Liberdade, a Igualdade e a Fraternidade. Contudo, quando esses iluminados, que só queriam um “mundo melhor”, assumiram o poder nas diversas partes do mundo, solaparam as liberdades e produziram montanhas de mortos.

Não é de hoje que o governo Lula atenta contra a democracia e, principalmente, contra as liberdades individuais e de expressão. São ainda do primeiro mandato, as diversas tentativas de intimidar jornalistas e a imprensa livre. Dois exemplos: o Caso Larry Rother, que quase foi expulso do país porque escreveu uma matéria para o New York Times onde revelava a já conhecida admiração do presidente pelos destilados; e a tentativa de se criar um conselho que deveria fiscalizar a atividade dos jornalistas, e punir os excessos da liberdade, entendam por excesso, falar contra o governo e os probos homens públicos desse país.

Uma portaria do Ministério da Justiça, rebatizado por muita gente que leu o clássico de George Orwell, 1984, de Ministério da Verdade ou do Pensamento, determina que programas de TV enviem ao ministério as fitas para que um punhado de burocratas, todos petistas travestidos de especialistas, possam julgar se um programa de TV é, ou não é, adequado para aquele horário. Se a emissora descumprir o horário “indicativo” – outro eufemismo para a censura prévia – terá o programa retirado do ar! Também espetáculos teatrais serão obrigados, antes de começar a peça, de informar à platéia a idade mínima recomendada para a atração.

Todas essas ações autoritárias do governo Lula só não foram aplicadas no primeiro mandato porque receberam da sociedade civil um contundente repúdio, mas agora, as fileiras da ignorância, os soldados das trevas, insurgiram-se com mais força, e, ao que tudo indica, derrotarão os valores de uma sociedade democrática e livre.

Lula, de forma mais sutil e sub-reptícia, segue o modelo de outros governos latino-americanos, como o da Venezuela, o da Bolívia, o do Equador e, claro, o de Cuba. Na Venezuela, por exemplo, no próximo dia 28 de maio, a maior rede de TV do país, a RCTV, terá seu sinal cancelado pelo governo, porque ousou criticar o governo do comandante venezuelano. A população da Venezuela, indignada com o fechamento da TV, terá que se contentar com a TV estatal de Hugo Chavez, esta certamente não deverá mostrar a miséria em que vivem muitos venezuelanos. Vale a pena ler - está em espanhol, mas o entendimento é fácil - um artigo sobre o avanço da censura na América Latina. Estamos caminhando para a escuridão, tudo em nome de uma democracia perturbada e de uma liberdade que só as esquerdas entendem.

Para os meus alunos de Ensino Médio e de 8° ano (antiga 7ª série), nas aulas sobre o Iluminismo, falo da liberdade de expressão. Defendo o direito sagrado de se expor livremente um pensamento, e quando ocorrer abusos, o estado de direito, com suas leis, punirá o infrator. Alguns alunos, certamente encantados pelos debilóides de esquerda, que estão na casa, na fazenda e no telhado de sapê, afirmam que a imprensa burguesa, a chamada Grande Imprensa, só defende os interesses próprios, está pouco se lixando para o povo. A mídia burguesa representada no Brasil pela TV Globo, a Revista Veja e a Folha de São Paulo, não publica verdades, dizem os debilóides, apenas manipula a opinião pública. De manipular a verdade um esquerdista entende, basta lembrar o PRAVDA e o GRAMNA, mas prefiro um país em que uma imprensa seja mentirosa e eu tenha liberdade de gritar: “Safados! Mentirosos!” a uma imprensa dirigida pelo governo, igualmente mentirosa, e que me impeça de criticá-la sob pena de ser preso.


2 comentários:

Saramar disse...

Belo artigo, belíssimo!
Concordo com você, claro.
Os esquerdistas, em todos os países onde se instalam (sempre à força) atacam prioritariamente liberdade de expressão para que seus crimes fiquem escondidos.
Foi assim na URSS e em Cuba, por exemplo. Está sendo assim na Venezuela e, agora, na Bolívia.
Será que todos os esquerdistas são cegos, desonestos ou masoquistas que preferem viver sob a tirania de uns poucos monstros incensados pelo poder?

beijos e boa semana para você.
P.S. Como vai o pequenino? Espero que esteja gordinho e lindo.

Marcus Mayer disse...

Uma vez mais estamos de pleno acordo. Ótimo texto sobre a liberdade, um valor que precisamos preservar da melhor forma possível.

Costajr., desejo uma ótima semana!