02 abril, 2007

Esse Ministério Público...

Vejam como são as coisas em tempos de Lula e de PT. A ministra do ódio racial, Matilde Ribeiro, deu uma declaração racista, mas como foi dito aqui, ninguém vai processar a ministra, afinal, ela é negra e mulher, por isso pode ser racista. Como eu sou branco - apenas na pele, porque na genética tenho os dois pés na África - se eu desse uma declaração como deu a ministra, estaria na cadeia.

Leiam esse trecho do Correio WEB:

02/04/2007
19h41-O Ministério Público resolveu interferir nas investigações sobre o ataque contra as moradias de estudantes africanos da Universidade de Brasília (UnB), ocorrido na madrugada da última quarta-feira (28) na Casa do Estudante Universitário (CEU).

Preocupada com a possibilidade de a Polícia Federal não investigar o caso como um crime racial, a promotora do Núcleo de Enfrentamento à Discriminação, Laís Cerqueira da Silva, solicitou as cópias dos inquéritos às polícias Civil e Federal. A promotora diz que a medida tem como objetivo evitar que o caso seja analisado como um atentado sem cunho racial e colaborar nos levantamentos.

“Precisamos saber se há qualquer referência de natureza racista nos inquéritos e na ocorrência policial. A investigação tem buscado descartar ao máximo essa questão. Isso pode comprometer drasticamente a investigação e seria um grande equívoco”, observa a promotora.

O Ministério Público do DF ficou calado diante do clamoroso racismo da ministra, mas já se mexeu com o incêndio da CEU. A promotora Laís já sabe que o crime foi racial, ela não precisa das investigações, já decidiu sobre o ocorrido. As provas? para quê? É chique dizer que somos racistas, xenófobos, intolerantes. Transformar o ocorrido numa briga de estudantes, ainda que seja verdade, não combina com os propósitos de justiça e igualdade que essa gente defende. Cuidado, aluno da UNB, se você for branco, amarelo ou meio marrom, e não defender os africanos, pode ser chamado de racista, e por uma promotora, o que é mais grave!


Um comentário:

Cejunior disse...

E eu que acrditava que para ser promotor do MP a pessoa tivesse que ser isento, objetivo e inteligente...