08 março, 2007

Mulher sim! Feminista não.

Vocês já repararam numa coisa? O Dia Internacional da Mulher é uma data em que as feministas ou o pensamento feminista mais se mostam e mais expõem suas indignações incotidas. O estranho é que as feministas nem mulheres são! Uma por exemplo, americana, chegou a escrever um livro em que pergunta: Os homens são necessários? ela mesmo responde: são! Até certo ponto e com muita boa vontade, apenas para nos - elas leitor, entenda bem - divertir. Essas moças que desprezam o macho, talvez sonhem com o dia em que o mundo se transforme numa grande ilha de Lesbos.

Ano após ano, os jornais batem na mesma tecla: as mulheres ganham menos que os homens. Isso por pouco tempo, tenho certeza. Essa diferença vem caindo, hoje é de 10%, mas esse não é o ponto. Quero saber se uma mulher exercendo a mesma função que um homem, recebe menos só porque é mulher! Sou professor, e apesar das frustrações, gosto de ser professor e gosto porque seria mesmo se não gostasse, como diria Fernando Pessoa, e duvido que minhas colegas de licenciatura, que trabalham na mesma escola lecionando no mesmo nível de ensino que eu, recebam um contracheque menor porque são mulheres.

Em breve, as moças que estão estudando mais que os moços, estarão superando os homens, na média, na faixa salarial; e aí eu quero ver se vão lançar o Dia Internacional do Homem!

Mulher de verdade, daquelas que gostam de gentileza e carinho, que adora comprar vestidos, sapatos, jóias; que passa horas discutindo sobre a diferença entre a cor salmon e a cor de telha, que vive dizendo que está gorda, mesmo tendo um IMC abaixo do padrão e você só para concordar com ela aquiesce e então ela briga dizendo que você a está achando feia; mulher que adora um elogio à sua beleza, mais do que a sua inteligência, como diria Dostoievski - " A inteligência aliada a beleza não aborrece" - essas merecem, mais do que merecem, é uma obrigação nossa, dos heterosexuais cada vez mais raros, a maioria hoje é total flex, satisafazê-las, deixá-las felizes e aborrecê-las o menos possível, não apenas hoje, mas todos os dias...

5 comentários:

PATRICIA M. disse...

Costa, valeu! :-)
Esse papo de ilha de lesbos, deus me livre... Hahahahahahaha. Quer saber, vao me crucificar, mas vou dizer... Sao umas recalcadas fracassadas, essas ai... Nao conseguiram nada pelo proprio merito e ficam jogando a culpa nos homens, so pode ser... Beijinhos!

Cejunior disse...

Cara, você vai apanhar! rsrs Cuidado que feministas costumam ser iradas!!!!

Anônimo disse...

Caralho,
nunca vi post mais mal escrito e estúpido
por isso ninguém entra neste blogue
vá ler história, seu idiota
babaca chauvinista

Costajr disse...

Gosto dos anônimos, sobretudo porque eles deixam claro seus gens petralhas. Vejamos: palavrão, acusação, agressão, pouca inteligência e nenhuma argumentação.

Meu blogue é mesmo pouco lido e certamente o é pela pouca relevância dos temas que escrevo, mas principalmente pela estilo grotesco do autor.

Esse anônimo tinha mais o que fazer, mas decidiu ler o meu blogue que é tão pouco lido, é mesmo uma alma caridosa.

Anônimo disse...

Caro Costa Jr, meus cumprimentos.
Nunca fui feminista, acho até que sou um pouquinho machista, porque esculhambo mulher no trânsito, gosto que carreguem o peso das sacolinhas de supermercado e me deixem só com o pão e o papel higiênico, e - ai - considero a invasão do mercado de trabalho pelas mulheres um retrocesso cultural, uma anomalia que tirou as mães de dentro de casa e está criando um bando de doidos. Pior, um caminho sem volta, pois estamos todos cada vez mais pobres, e aí todo mundo tem que trabalhar, mesmo.
Uma vez tive que passar um jantar inteirinho lado a lado com uma dessas feministas. A figura trabalha em uma ONG e é namorada, ou sei lá como elas chamam, de um conhecido. A noite foi chata, muito chata, eu preferia ter uma amiguinha mais divertida pra passar uma rara noite de lazer falando um pouco de bobagem...
Só teve um pedacinho do seu post que me desanimou, até me tirou um pouquinho do sono, veja só como sua opinião me é relevante.
Eu fiquei muito aperreada, com aquela descrição de mulher de verdade. Gostei não.
Submeto à sua apreciação alguns pontos, por puro desabafo.
Vamos por partes...
"Mulher de verdade, daquelas que gostam de gentileza e carinho, que adora comprar vestidos, sapatos, jóias..."
Ai de mim, Costa Jr!De gentileza e carinho, tudo bem,até um cão gosta, mas o resto...eu aborreço as compras, compro roupas no último caso, porque tenho que andar vestida, não me divirto nessa atividade. Sapatos, etão, nossa mãe, não há nada neste mundo pior do que um vendedor de sapataria...você chega olhando e ele já vai te cercando, literalmente pegando no pé. Pra mim, ir a shopping é um tormento.
Jóias, puxa vida! A única coisa confeccionada em ouro que já entrei numa joalheria pra comprar foi a minha aliança de casamento.Nunca me esqueço, foi na Vivara do Shopping Recife! O modelo mais simples e discreto, pois sempre achei aqueles "pneus" horríveis. Jóias caras são coisa tão distante da minha realidade, que nem vou comentar muito.
"...que passa horas discutindo sobre a diferença entre a cor salmon e a cor de telha..."

Tem que ser muito desocupada, Costa Jr, pra passar horas discutindo uma leseira dessas!

"...que vive dizendo que está gorda, mesmo tendo um IMC abaixo do padrão e você só para concordar com ela aquiesce e então ela briga dizendo que você a está achando feia..."

Agora eu me lasquei mesmo, pois NUNCA desde o dia do meu nascimento tive um IMC abaixo do padrão. Já esteve no padrão, pouquinho acima, moderadamente acima ou muito acima, mas abaixo, nunca... mulher ideal tem que ter IMC abaixo do padrão, é? Ô, Costa Jr, você, heterossexual pernambucano como eu, diga isso não vá!!!

"... mulher que adora um elogio à sua beleza, mais do que a sua inteligência..."

Aquele típico "não esquente essa cabecinha linda pensando tanto", é?
Hmmm...

Depois que li essa parte do post me senti meio fora de qualquer padrão. Essa mulher ideal do Costa Jr certamente não fez uma graduação e duas pós, ela não passa noites em claro trabalhando - as olheiras!-, não engorda, não escolheu seu homem por amor mas sim pelas jóias ou presentes que recebeu, e finalmente não seria capaz de acabar a leitura uma obra de Dostoievski, nem mesmo pra se exibir depois. E pra piorar não sabe a diferença entre salmão e cor de telha. Eu não gostei dela. Mas vou continuar gostando do blog do Costa Jr, os homens nem sempre acertam, mas eu gosto é deles.
Beijinhos.