04 janeiro, 2007

Banco, banqueiro, bancário e sindicalistas salafrários


Até agora nenhum dos blogs que visito se manifestou sobre o assunto, o que para mim é prova indelével da irrelevância do tema, e, se o tema é irrelevante, ele precisar estar publicado aqui.

Milhões de brasileiros acordaram na virada do ano com aquela sensação esquisita de que algo estava fora de lugar ou os efeitos de excesso da bebida ainda não tinham passado. Muitos que saíram às ruas ou acessaram na internet a página do Banco do Brasil, tomaram um susto: O Banco do José Paulo? Da Maria? Do Beto? Do Joaquim? Parecia que de uma hora para outra milhões de brasileiros tinham deixado de ser profesores, operários, serventes, advogados, jornalistas, analistas, estudantes e passaram a ser banqueiros! Vejam bem, queridos 11 leitores, não seria uma má idéia acordar na manhã de 1 de janeiro e se descobrir banqueiro, com essas taxas de juros seria mesmo uma maravilha. A princípio eu achei a idéia brega, cafona, mas depois passei a entender que a estratégia de Marketing do BB foi atingida. Para vocês terem uma idéia, o acesso diário à página do banco na internet era de 500 mil acessos, no segundo dia da campanha, o número de acesso foi de 3 milhões! Esses números atestam que mesmo cafona ou brega, a estratégia funcionou. Quem não deseja ter um banco?

Nem tudo são flores porém. Para variar, o sindicato dos bancários do Banco do Brasil em Brasília fez cara feia para a campanha publicitária do banco. Sindicalista reclama de tudo, só não reclama dos privilégios que têm por serem sindicalistas, mas isso é outro assunto. Por que eles reclamaram? sentem-se para não caírem de tanto rir: publicado no JC online: "Se, para o banco, a campanha é uma forma de estar mais próximo do público, para o Sindicato do Bancários, significa o início de uma tentativa de privatização. A gente sabe que a privatização de uma empresa pública começa com a mudança do nome, mas não sabe, se por trás dessa campanha, que aparentemente é para aproximar o Banco do Brasil do público, não tem uma segunda intenção de privatização, disse a secretária de Políticas Sindicais do Sindicato, Mirian Fochi. Para o Sindicato, designar o Banco do Brasil como Banco do João ou Banco da Maria transmite a idéia de que a empresa é privada. A campanha passa uma idéia de algo privado, e não público. É a descaracterização de uma marca que tem quase 200 anos, e não vamos abrir mão dela. O banco é do Brasil, é do povo brasileiro, e assim ele deve continuar, afirmou.
Os bancários temem que haja nessa campanha o interesse escuso de privatizar o banco. Ah como seria bom se ese interesse realmente existisse. Mas vamos aos argumentos desses patriotas de suas mamatas:

"o Banco é do Brasil, é do Povo brasileiro, e assim ele deve continuar". Eles não ligam a mínima para o fato da campanha durar apenas trintas dias. Querem reclamar, afinal, como justificar o sindicato, o imposto sindical se não for para fazer uma pantomima dessas? queria saber se quando Jorge Lorenzetti, ou Expedito Veloso, ou o ex-presidente do banco do Brasil conseguiram empréstimos para financiar o mensalão de Lula perguntaram ao povo brasileiro se podiam? E aquela festa que custou 500 mil reais para pagar o show de Zezé di Camargo e Luciano com dinheiro do banco, o povo brasileiro, dono do banco, foi comunicado? convidado? O Banco do Brasil é hoje o banco do covil do PT.

Confesso que não tenho paciência com sindicalista e isso não é de hoje, vem desde 1998 quando fui operário numa indústria. Eles sempre pensam em garantir suas mamatas, seus privilégios e se arvoram em defensores dos trabalhadores. Para mim é balela, mas sabe como é, sou direitista, reacionário, conservador e cristão, por isso, sou a encarnação do mal.

É a velha máxima da esquerdofrenia: Privatizar é ruim, estatizar é bom! Lênin pensava assim em... 1917. O que foi privatizado e não melhorou os serviços? Deixe-me me ver: A telefonia. Que é isso amigo, hoje as pessoas podem não tem o que comer, mas celular de cartão e que só recebe, elas têm. então... a Vale do Rio Doce. Mas hoje ela é uma das maiores mineradoras do mundo, e por quê? porque foi privatizada. As companhias de Energia. Essa foi uma péssima privatização. Hum... Vocês não lembram o quanto a energia caía quando elas eram estatais? Sou correntista do Banco do Brasil e por mim ele já estaria privatizado faz tempo.




14 comentários:

André (Brasília) disse...

Muito bom o seu site.

Também sou correntista do BB e o privatizaria com prazer, além de outras estatais enormes.

Mas o PT também "privatiza": as estatais, p. ex., só que para uso do Partido...

Conhece o blog do Reinaldo Azevedo? Vc já deve conhecer. Está na lista de blogs do meu:

www.execout.blogspot.com

www.execout2.blogspot.com

Costajr disse...

Obrigado André pela deferência. Ainda que poucos achem esse site relevante, envaidece-me saber que mesmo sendo poucos, eles existem.

Conheço sim o site do Reinaldo Azevedo, aliás desde República que virou Primeira Leitura e infelizmente chegou ao fim.

um abraço e quando quiser apareça por aqui.

Anônimo disse...

Querido
Isso é matéria para ser postada em todos os jornais e revistas, simplismente fenomenal.
Se seu blog tem apenas 11 frequentadores, aposto q são os q melhor ssabem selecionar suas leituras.
Será q estou me auto elogiando? Pq além de frequentadora assídua, sou sua fã!!!`
Não trocaria uma vírgula nessa postagem e concordo em gênero, número e grau!

Suzy Tude disse...

CostaJr
Como você diz, antes fosse privatização, assim não teriam como praticar tanta corrupção.
Mas, afinal não estamos numa republiqueta sindicalista?

Grande abraço

Ps- Seu comentário lá no blog virou post!

Suzy Tude disse...

CostaJr,
Só agora visualizei seu novo comentário...heheheheehee...
Não se preocupe! Usei suas palavras como exemplo mesmo, e juro que estou começando a adorar essa história: petista virou palavrão!
KKKKKK
Grande abraço

Anônimo disse...

CostaJr, e eu queia comentar que não gostei da campanha porque não fizeram um "Banco do Cejunior" !! Depois desse acesso de loucura do pessoal do sindicato, esquece.
Um abraço

Dongóes disse...

Muito boa essa sua observação. Lembro que estava dianta da televisão junto com minha esposa, quando apareceu a propaganda disse ela: Ué banco da Ana eu tenho banco?, meu caro esse é o pais de todos, como diz o encerramento de toda propaganda do governo. Isso tbm me cheira privatização, tenho dúvidas.
Abraços

Anônimo disse...

Concordo em qualquer instância.
O dia que este Bananal privatizar tudo que não for passível de ação direta do governo, estaremos melhor.
Aí sim, sobraria dinheiro até para financiar a Gamecorp, com folga.

Ricardo Rayol disse...

Hj postei sobre isso mas sobre outro angulo... uma bela manobra pra esfriar dinheiro para pagar as contas da re-eleição

Suzy Tude disse...

CostaJr,
É agora ou nunca! Precisamos da ajuda de todos! Nosso objetivo:
melar o projeto do Lula em fazer o presidente da Câmara e assim impedi-lo da prática autoritária em intervir cada vez mais vergonhosamente no Legislativo, e sempre com objetivos espúrios!!!! Nem Arlindo Nem Aldo!
Vamos precisar de um nome melhor que esses dois.
Vamos fazer blogagens coletivas, pedir apoio a todos os blogs que estejam de acordo com a idéia, vamos bolar um símbolo, vamos fazer com que outras mídias se engajem, ou pelo menos noticiem.
Conto com você! Vamos partir para a ação!
Detalhes:
http://alkimistasdobrasil.blogspot.com
http://http://andrewernner.blogspot.com/

andre wernner disse...

CostaJr.,
Eu ainda acho que deveria ser assim: “Banco do João Bobo!”
O que você acha? Não é isso que o Banco do Brasil – que já foi uma das instituições, ao lado dos Correios, mais sérias que esse país já teve! – tem feito nos últimos anos com o povo brasileiro? Faze-los de bobo. Afinal, o Banco do Brasil, os Correios, a Petrobrás e tantas outras empresas são manipuladas em seus ‘cofres’ por interesses políticos.
Também esses mesmos cofres pagam a propaganda e a mídia subliminar dos veículos apadrinhados, que escrevem textos e mais textos elogiosos aos novos rumos populistas destepaíz!
Então meu caro CostaJr., entre manter as tetas gordas e fartas para alimentar os sindicalistas esfomeados de um lado, e do outro (acho que a da esquerda) para os atos inconfessáveis dos destemidos hipócritas de plantão, diga ao povo – através do seu blogue – QUE EU SOU A FAVOR DA PRIVATIZAÇÃO IMEDIATA.
Abs

P.S: Costa a Suzy, do Alkimistas, está lançando um movimento para fortalecer um terceiro nome – e de oposição – para concorrer a Presidência da Câmara. Sua ajuda é sempre bem vinda.../Abs

Luiz Lailo disse...

Eu acesso o Banco apenas para efetuar pagamentos ou transferências, nunca para navegar. Aliás, eu tenho prestígio, o encarregado da compensação sempre me liga quando há um cheque sem fundos me pedindo para depositar até 11:30 hs. Noutro dia levei um susto. A gerente do Banco me ligou. Era apenas para me dar parabéns pelo meu aniversário.

Anônimo disse...

A argentina era a menina dos olhos do FMI e deu no que deu. Talvez o modelo de lá seja o modelo pra vcs. A má gestão não exclusividade estatal mas o piores gestores foram e seram os politicos que o senhores admiram. Vide o senhor alckmim que foi um desastre administrativo no estado. Ou tlavez o modelo de gestor sejo o senhor Roriz.

Anônimo disse...

Costa, eu sou do mal tambem, de acordo com o que voce falou, hehe: sou de direita, catolica, defensora da moral e dos bons costumes.