04 dezembro, 2006

COMENTÁRIOS DO PAS - ETAPA I

Olá meus queridos alunos! Viram? A prova do PAS não é esse bicho de sete cabeças que tantos imaginavam momentos antes do fechamento dos portões. Até as mudanças, aguardadas com certa apreensão por mim, foram muito positivas. No espaço abaixo vou comentar os itens de História. Não é o gabarito oficial, mas acreditem, é muito próximo.

Comecem pelo post abaixo e depois volte para esse.



ITEM 27: Outra novidade desse ano: Quatro alternativas, onde você deveria marcar apenas uma. A resposta correta é a letra C. Vejamos porquê: a letra A informa que o massacre aos índios existiu apenas na colonização portuguesa, está claro que não! A letra B afirma que tanto os astecas quanto os maias não ofereceram resistência ao conquistador espanhol. Está duplamente falso. Primeiro porque os astecas resistiram bastante às investidas de Hernán Cortez, mas acabaram derrotados em 1520; depois porque quando os espanhóis iniciaram seu processo de conquista da América, a civilização maia estava em decadência e praticamente não existia mais. A letra D é especial. O texto do Gilberto Dimestein comete uma parvoíce histórica ao justificar a escravidão africana no Brasil como conseqüência da preguiça do índio, de sua indisposição para o trabalho. Vimos em sala que os motivos foram outros: a) O genocídio dos povos indígenas que reduziu drasticamente a população nativa; b) a proteção da Igreja que tinha interesse na catequização dos povos indígenas e principalmente: no lucrativo comércio de escravos africanos o que fazia a Coroa Portuguesa, por razões mercantilistas, preferir a escravidão africana à escravidão indígena. Contudo, muitos índios foram escravizados, sobretudo no período inicial da colonização.

ITEM 35: O Modo de Produção que marcou a Civilização Clássica (greco-romana) foi o modo de produção escravista. Tanto na Grécia, no período clássico quanto em Roma, durante a república e o império, o trabalho era executado por escravos. Por isso, ao afirmar que nessas civilizações não houve escravidão o que permitiu o desenvolvimento de sociedades igualitárias, o item está ERRADO. O aluno também poderia lembrar das diferenças ou desigualadades entre plebeus e patrícios na Roma Antiga, ou mesmo entre Metecos e Cidadãos em Atenas; ou entre Esparciatas, Periecos e Hilotas em Esparta; para ter a certeza de que o item está comprovadamente ERRADO.

ITEM 37: Ao afirmar que na Idade Média, cuja grande expressão econômica foi o Modo de Produção Feudal, o trabalho servil foi pouco expressivo e que por isso a desigualdade social foi amenizada, o item está absolutamente ERRADO! A mão-de-obra servil foi uma marca do feudalismo, onde o trabalho do servo, que formavam a maioria da população na Europa feudal, foi predominante!

ITEM 38: Para mim um item chato. Para começo de conversa as primeiras informações estão corretas. O problema está em saber se entre a Nobreza Senhorial, formada pelos guerreiros, mas também pelo Alto Clero, existia hierarquia.. Eu marcaria ERRADO e recorreria, para justificar essa marcação, às relações de vassalagem entre Suserano e Vassalos.

ITEM 39: Se você marcou certo, parabéns acertou! Com efeito, a escravidão que durou no Brasil cerca de três séculos, deixou profundas marcas de desigualdade social em nossa sociedade. Não esqueça que foi com a lavoura de cana-de-açúcar que o trabalho escravo na colônia se consolidou.

ITEM 61: Para mim, outra surpresa! Não me lembro do PAS ter cobrado alguma vez civilizações orientais. O item está ERRADO! Se o aluno lembrasse que Salomão foi rei de Israel no período áureo desse reino, já saberia que não se trata de um mito grego, mas de um relato que se encontra no Livro de Reis, (Antigo Testamento) capitulo 3 versículos 16 e seguintes. É um relato hebreu e não grego, por isso, ERRADO.

ITEM 72: Se você marcou C, acertou! Com efeito, a Contra-Reforma, como vimos em sala, foi uma reação da Igreja Católica ao avanço da Reforma Protestante na Europa. Uma dessas ações, empreendida sobretudo pelos jesuítas, foi o trabalho de catequese dos povos nativos da América. D João III por exemplo, ao se decidir pela ocupação do Brasil a partir de 1530 justificou essa decisão na expansão da fé católica no Novo Mundo.

ITEM 73: Item perigoso para o aluno desatento. Embora a cultura européia tenha prevalecido na colonização, não se pode dizer que houve eliminação de elementos culturais dos indígenas e dos africanos. As práticas religiosas dos africanos, por exemplo, sofreram um processo de sincretismo com a religião católica, ou seja, elementos animistas da religião de certos povos africanos se incorporaram à religião dos portugueses.

4 comentários:

°o.O Anna O.o° disse...

Zé Paulo,

Gostei muito dessa sua idéia de comentar os itens do PAS no seu blog!! Olha, continuo esperando seu comentário geral da prova no meu blog!! :)

Abração!!

Nina Pedrosa disse...

Zé Paulo, fiquei sabendo que vc estava lá na porta do PAS, mas eu não te vi. Enfim, fui bem nas questoes de história, apenas no item 26 que marquei como errado no caderno de provas e fiquei um pouco apreensiva na hora de marcar no gabarito e acabei não marcando! Que bom que vc colocou os comentários sobre os itens de historia, que na minha opiniao estavam fáceis, como o restante da prova.
=]

Anônimo disse...

Amigo, não postei uma resposta pra vc pq sei q está atarefado com seus alunos...

Atualmente sou professora tb, dou aulas de conversação de inglês, mas é mais um hobby e na verdade eu me divirto muito com altos papos com meus alunos.

Vc deve imaginar como é difícil pra mim prolongar um papo... hahahahaha

Abraços
Sonia

Anônimo disse...

VC ESTÁ FAZENDO FALTA NO MUNDO DOS BLOGS !!!!

AGUARDAMOS SEU RETORNO !!!!!!!