14 novembro, 2006

Ministério remedeia e crianças ficam sem remédio

O assunto desse post não é apenas sério, é trágico! Faz três meses que as crianças portadoras do vírus HIV em Pernambuco, mas com certeza em outros estados do país também, não recebem o medicamento imunoglobulina. Esse medicamento garante a defesa imunológica das crianças infectadas pelo HIV porque elas não conseguem produzir por conta própria os anticorpos necessários para se protegerem das doenças.

O Governo do Povo, dos ideais de igualdade e da justiça social já provou pelos números que não gosta de educação, prefere oferecer esmola e incentivar a preguiça e a acomodação de milhares de famílias com a Bolsa Escola.

A nova vítima do governo do PT e do presidente Lula são as crianças portadoras do vírus HIV. O Ministério da Saúde em ofício enviado a Secretaria de Saúde de Pernambuco reconheceu o problema e fez a recomendação bem bolchevique: "Racionalizem a distribuição da medicação". Em termos práticos isso significa que os médico do IMIP (Instituto Materno Infantil de Pernambuco) teriam que escolher quais crianças receberiam a medicação e quais não receberiam. Um verdadeiro acinte à dignidade humana e aos direitos fundamentais da criança que é o direito à vida. Não caberia, caso fique provado que uma ou mais dessas crianças morram pela falta da medicação, um ação indenizatória contra o Estado? O ministro da saúde não deveria incorrer em crime de responsabilidade? e a saúde segundo o Guia Genial dos Cegos estava quase perfeita, não é Lula!

O mais trágico dessa notícia porém não é apenas o desrespeito à essas crianças e às suas famílias. O mais trágico, porque revoltante, é que antes da Era Lula o Brasil havia se tornado referência no tratamento de HIV em crianças e em soropositovos no mundo. Em 4 anos, com direito a repeteco, com a culpa do povo, o governo do presidente "Burla" relegou a saúde e a educação a um estado de miséria "nunca antes visto nesse país".

Em nome das crianças pernambucanas portadoras de HIV e de tantas outras nesse país com o mesmo problema, lanço meu anátema a um governo estulto e irresponsável! a um presidente que ao invés de cuidar da saúde dos pequenos filhos dessa nação, opta por fazer campanha para um dementado populista que lhe chuta o traseiro. Que provação meu Deus é essa que nos impuseste?

Nenhum comentário: