28 novembro, 2006

As "marcas" de Lula

Há algum tempo encontrei o senador Cristovam Buarque numa confeitaria famosa de Brasília que fica na 213 norte, e numa conversa agradável ele me disse que faltava ao governo Lula uma "marca". Sarney, dizia ele, marcou seus intermináveis 5 anos de governo com a redemocratização; Collor com a abertura da economia - eu diria também com o confisco da poupança e das contas correntes do cidadão - Itamar foi um governo de transição; a grande marca de FHC foi a estabilidade econômica e o controle da inflação. E a "marca" de Lula? O senador, que à época ainda era petista, perguntava, mas não via "marca" nesse governo.

Acabo de encontrar a "marca" ou as "marcas" de Lula e de seu governo: admitir o crime, mas desconhecer o criminoso, diria até, duvidar que ele exista. Depois das crises do Mensalão, dos Sanguessugas e do Dossiê fajuto, o fim será o mesmo: A impunidade! Houve desvio de dinheiro público das estatais para pagar parlamentares da base de apoio do governo Lula? houve, sim senhor! Deputados e seus assessores próximos foram comprovadamente flagrados recebendo dinhiro no Banco Rural? foram, sim senhor! Parlamentares, empresários, burocratas do partido mentiram deslavadamente e com proteção da justiça nas CPI? sim senhor! Mas então... onde estão os criminosos? Não existem, o que existe é o crime senhor.

Falta de provas, foi o argumento dos senadores Demóstenes Torres do PFL de Goiás e Paulo Otávio, do PFL do DF, futuro vice-governador de Brasilia. O Conselho de ética do senado aprovou por expressiva maioria o arquivamento das denúncias contra os senadores Ney Suassuna (PMDB-PB), Serys Slhessarenko (PT-MT) e Magno Malta (PL-ES), falta de provas... mas espere um pouco? houve o superfaturamento das ambulâncias? Houve. As emendas não foram pediadas e assinadas pelos senadores? foram. O senador Magno Malta não andou com um carro de presente dos Vedoim por um ano configurando um crime? Verdade! Então... existe o crime, mas não existe o criminoso? O senhor aprendeu rápido!

Fiquei com pena do senador Ney Sanguessuga Suassuna. Perdeu o mandato, ficará fora dos grandes assuntos nacionais, sugiro a ele um trabalho voluntário de motorista de ambulância na Paraíba. Ele recebeu a punição mais dura do conselho: reprimenda verbal, pois a cassação, conforme pediu o senador do PDT do Amazonas, Jefferson Perez, sequer foi considerada. Sabe quem fez um voto em separado dando inicio a impunidade? O senador Wellington Salgado (PMDB-MG). Sabe quantos votos esse senhor de cabelos longos e cacheados recebeu do povo mineiro? nenhum! É suplente de Hélio Costa, ministro das comunicações. Esse senador biônico, dono da UNIVERSO, é um grandalhão, meio pateta, um tipo de gente que ao encontrar na rua é bom se prevenir com as mãos no bolso.

Aloprados, mensaleiros, vampiros e sanguessugas eis as "marcas" do governo Lula, o que têm em comum? Participaram dos crimes, mas não são criminosos

9 comentários:

david disse...

Fiquei sabendo no blog do Andre Wernner que hoje é teu aniversário. Então vim te dar os parabéns e te desejar muita saúde e amor hoje e sempre.
Tem bolo?

Ricardo Rayol disse...

O Cristóvam está doidão.

Sarney: Inflação galopante e incontrolável

Collor: Confisco, corrupção, impeachement

Itamar: Topete e a volta do fusca.

FHC: Privatizações nem sempre bem feitas

Lula: Ainda não terminou mas do jeito que vai indo teremos muitas desagradáveis surpresas pela frente.

Anônimo disse...

No Globo de hoje (dia 29), tem uma charge muito engraçado ironizando a "bronca" que o Suassuna levou do Conselho de Ética.
Vim por indicação do André Wernner e parabéns pelos 30 anos!
Abraços

evandro disse...

É essa foi a marca, roubaram não nego, finjo q não sei a quem culpar...
Mas era obvio q isso aconteceria, dar cargos aos amigos incapazes de fazer algo q preste, só poderia resultar nisso...

Abraço!

andre wernner disse...

CostaJr.,
Concordo com suas observações. Estão corretas e a sociedade – a consciente, é claro! – está acompanhando esse malogro. O que está desequilibrando a balança do voto é o populismo do Bolsa Família, uma versão sacana de compra de voto por meio da chamada ação social. Coisa pra inglês ver e fazer marketing político.
Com relação ao Cristóvam, gosto da postura dele, porém me decepcionei depois de sua excelente campanha na tevê – sobre a importância da educação e as críticas ao governo Lula, de onde foi demitido por telefone – e quando chegou a hora de apóiar um candidato e, obviamente, de oposição, ele resolve ficar neutro!
Isso foi um absurdo. A neutralidade dele, a meu ver, foi um prestigiamento – mesmo que maquiado – ao candidato-presidente Lula.
Ele perdeu pontos no meu conceito. Lamentavelmente.
Mas é sempre um bom nome na política.
Abs

Costajr disse...

Caro WERNER, Emerson, Alcinéia e Rayol, obrigado pela visita e pelas congratrulações.

Neste bolg publiquei uma entrevista com Cristovam Buarque em quem votei no primeiro turno. Também fiquei decepcionado com o PDT no Segundo Turno, mandei um e-mail para o senador que não respondeu, não sei se publico no blog, ainda estou pensando.

Anônimo disse...

Gostei muito do seu POST no Reinaldo Azevedo em relação a Cacilda !

Parabéns pela chegada de um bebê em Maio! Minha caçula é de Maio, e é uma flor linda e q só me dá alegrias.

PS : a minha filha de Setembro e a de Março, são igualmente fonte de alegrias e minha neta de dezembro é a coroação de uma vida maravilhosa !

Anônimo disse...

Ei Costa Jr! Em primeiro lugar, obrigada pela visita ao meu blog. Em segundo lugar, parabens pela paternidade! Em terceiro lugar, gostei da sua opiniao no blog do Reinaldo. Tenho certeza de que, experimentando esse turbilhao de emocoes que eh a paternidade, voce NUNCA deixaria de prestar auxilio e sair em defesa do seu filho. Voce tem coragem sim, igual a D. Cacilda. Voce tem amor sim, igual a D. Cacilda. Olhe sinceramente no fundo do seu coracao que voce constatara isso. Filho eh filho! Nao importa nada, amamo-os de qualquer jeito. As pessoas de hoje em dia estao muito, muito egoistas. Temos que voltar `a verdadeira moral crista, aos valores cristaos, `a familia, tao degradada hoje em dia. Nao perca a fe, nem a esperanca.

Abracao!!!!!!
Patricia M.

andre wernner disse...

Caro CostaJr,
Acho que você deve publicar sim e a gente comentar. Afinal, ele nos iludiu com o seu discurso. Era o candidato mais preparado, mesmo sabendo que não ganharia, mais mexeria com a sociedade em torno da educação que é fundamental.
Depois da boa campanha e do marketing pessoal que fez, ficou em cima do muro no segundo turno e perdeu o brilho de toda a sua campanha.
Acho interessante a publicação
Abs
E apareeeeça!