23 setembro, 2006

Lula e seus dilemas

Todo mundo com uma certa instrução escolar, sabe que Shakespeare escreveu Hamlet, o Príncipe da Dinamarca. O trecho mais conhecido dessa peça é: “Ser ou não Ser, eis a questão”. Nosso presidente não leu Shakespeare, não faz o estilo dele, aliás, qual teria sido o último livro que o nosso presidente leu? Será que ele já leu algum na vida? Duvido até, que ele consiga pronunciar o nome do dramaturgo inglês, mas vamos ao centro da questão: Sem ter lido Shakespeare, nosso presidente anda às voltas com dilemas hamletianos: Sabia ou não sabia? Vai ao debate da Globo ou não vai? Essas perguntas ainda ficarão um bom tempo sem respostas.

A última do PT é confessar o crime, mas não mostrar o criminoso. Negociaram com os Vedoin um falso dossiê, entraram em contato com revistas semanais para divulgar a falsa denúncia, mas não compraram nada. E os dólares e reais encontrados com petistas para quê eram? Ninguém sabe, nem os portadores. O cinismo dessa gente não tem limite.

Lula e o PT
: Vocês se lembram não? Há algumas semanas, em entrevista, Lula disse que o PT era ele e ele era o PT.Agora o próprio Lula e seus ministros mais próximos dizem: Isso foi coisa de gente irresponsável do PT, não tem qualquer ligação com o governo! Fica assim: Quando a poeira baixa, Lula abraça o PT, quando o PT se revela, Lula se “descola” do partido. Lula, que já se comparou com o próprio Cristo poderia bem dizer: “Eu e o PT somos um! Ninguém vem ao PT se não por mim.”

Essa eleição vai definir nosso futuro democrático. O Segundo Turno é a bóia de salvação de nossa democracia. Lula não pode vencer, e se vencer, não pode tomar posse, e se tomar posse, tem que ser defenestrado pelas instituições democráticas, antes que ele e seu covil completem o trabalho de roubar-nos a democracia e a liberdade!

Nenhum comentário: