17 setembro, 2006

Crime confessado! O PT tentou roubar! Novidade!

Meu Deus! em que época vivemos? O PT comete um crime abominável contra a democracia e nada acontece? Ei oposição em que planeta vocês vivem? Não bastasse o mensalão, os Sanguessugas, as cartilhas, agora vem essa farsa das denúncias contra Serra. O próprio preso confirmou em depoimento que o dinheiro veio do PT, isso é um crime eleitoral! Esses são os métodos do PT. A Ética do PT é roubar, seja dinheiro público, sonhos, projetos ou mesmo reputações. Para eles, como bem disse Paulo Betti, é preciso meter a mão na merda!

O presidente Lula com aquela ar bonachão de falsa indignação, vem a público que repudia essa prática de caluniar adversários políticos! O Lula se sente mais à vontade defendendo Ney Suassuna, este sim, comprovadamente metido nas falcatruas da Máfia dos Sanguessugas! Defendendo Humberto Costa, o cérebro da operação que superfaturava as ambulâncias. Lula que um dia já falou que o congresso tinha 300 picaretas, hoje se sente mais próximos desses, afinal os semlhantes se atraem.

E o ministro da Justiça hein? Não autoriza imagens dos presos nem da bufunfa. Atrapalharia as investigações, justifica ele. Hummm. Algemar deputados corruptos, donos de boutique de luxo, de cervejaria pode filmar, mas militante do PT cometendo crimes não pode é isso?

O crime foi confessado, e não foi contra Serra ou Alckmin, mas contra a democracia! O próprio Lula, um democrata convicto, que chegou a dizer que a Venezuela tem democracia em excesso, sei lá o que significa democracia em excesso, confidenciou ao empresário Eugênio Staub que se seus demônios internos fossem despertados, fecharia o congresso e governaria sem ele. Democracia é com o Lula!

Uma pergunta me assola. Teriam os petistas a certeza de que haveria Segundo Turno? Não estariam essas pesquisas fraudadas? Não sei, mas o PT compra tudo: Comprou deputados, portais, Revistas, porque não compraria Institutos de Pesquisa? o pior que eles compram com o nosso dinheiro!

Meu Deus, tirai Lula de nosso caminho, por favor!

Nenhum comentário: