20 agosto, 2006

A verdade! Nada mais que a verdade!

Uma das coisas que mais irrita no parlamento é aquele falsa cordialidade que deputados e senadores distribuem quando se dirigem aos seus pares: Vossa Excelência!

Na CPI dos correios, bandidos, facínoras, cínicos, eram tratados e chamados de Vossa Excelência! Chega de hipocrisia, chamemos as coisas pelo nome.

Que Lula e o seu partido são cínicos não tenho dúvida! o problema é que muitos eleitores brasileiros não vêem isso como um mal, algo repulsivo e digno de anátema, como diriam os antigos... Esses eleitores não se importam com a corrupção comprovada e com o assalto ao Estado. Eles votam em Lula ou por fanatismo ou por interesse imediato. Não querem mudar o Brasil, não pensam nem cogitam que estamos diante de um perigo autoritário, de um partido e de um governo que acredita que tudo é permitido: roubar, mentir, matar, aterrorizar, em nome da causa. É um bolchevismo sem utopia!

O PT, do tempo das bravatas, dizia que havia interesse das elites em não investir em educação, pois assim o povo, essa categoria que a esquerda tanto cultiva, seria facilmente manipulável. Hoje, o PT das negociatas, aproveita-se dessa ignorância e da leniência de parte de uma elite que só pensa no próprio umbigo, para se manter no poder.

Se é para perder a eleição Alckimin ao menos seja com dignidade. Nem você, nem os demais candidatos, têm o direito de não expor as coisas como elas são. O eleitor precisa saber que esse governo foi indiciado pela Procuradoria Geral da União, ao formar uma quadrilha, a expresão não é minha, mas do procurador, com o objetivo de usar dinheiro público, aquele dos nossos impostos, para corromper parlamentares e se perpetuar no poder. Para usar a linguagem direta das massas: Esse governo roubou o Estado, e quem rouba é ladrão! A imoralidade foi tão grande, que o congresso a exemplo do executivo, achou que em tempos de PT e de Lula, locupletar-se não era crime, mas método. Veja o caso dos Sanguessugas!

O eleitor precisa saber que ele é livre, se quiser para os próximos 4 anos, isso se não houver um golpe, um ladrão para governar o Brasil, mas tem de fazê-lo saber que está elegendo cínicos e facínoras!

O que mais irrita na candidatura Alckimin é esse bom mocismo, não é assim que se lida com os bolcheviques do PT. A urbanidade só beneficia o mau caratismo do politburo petista. Não é baixaria, mas a verdade que deve ser mostrada no guia, nua e crua! pode perder? claro! mas prestará um favor ao país e a História.

Nenhum comentário: