18 agosto, 2006

Meninos, eu vi! antes...

Não sei se fui o primeiro, mas com segurança afirmo que esse blog chamou atenção para um fato que a Grande Mídia só vem tratando nos últimos dias: Os símbolos do PT desapareceram. Vejam o que postei no dia 09 de agosto:

Nas campanhas publicitárias, nos adesivos dos candidatos, (até no canteiro do Palácio da Alvorada D. Marisa plantou a Estrela), nas lojas do partido, a grande vedete era a Estrela do PT. Na campanha de 2002, o símbolo foi uma criança sorridente, abraçada carinhosamente a dita Estrela, como a desejar a vitória do partido naquelas eleições. Ah os simbolismos... eu que já fui eleitor de Lula, todos têm direito a uma loucura, e outros tantos milhões, éramos ingênuos como aquela criança, desinformados e estávamos iludidos.

Hoje desafio vocês a encontrarem a estrela do PT nas ruas, nas campanhas publicitárias, nos adesivos dos candidatos do PT. Ela sumiu! Quando aparece, está pequenininha, como se estivesse a milhões de anos-luz, quase imperceptível e sem nenhum brilho.

A Folha on line apurou que a idéia de se enxugar a máquina do governo num eventual segundo governo Lula, que Deus nos poupe desse castigo, vem tirando o sono dos dirigentes do PT. Esses "homens do povo" não aceitam abrir mão de uma mamata pública. Onde, com a escolaridade que a maioria tem, conseguiriam um emprego com salários tão altos? Soube que nos bastidores já existe pressão da cúpula do Politburo petista para enterrar essa idéia "neoliberal" da equipe técnica do governo. É o velho adágio que diz: "em tempo de farinha pouca meu pirão primeiro" Essa é a natureza do PT

O TSE puniu Lula com uma multa de 900 mil reais por ele ter usado dinheiro público na campanha presidencial, mas o presidente não deve estar incomodado. Quem tem um amigo, compadre até, como o Paulo Okamoto, que quando era um simples assalariado pagou uma dívida do presidente de 29 mil reais, porque não daria uma ajuda maior ao amigo que lhe conseguiu um emprego no SEBRAE que lhe paga 30 mil reais por mês?



Nenhum comentário: