18 julho, 2006

Presidenciáveis

O que assistiremos nessa campanha presidencial? Possivelmente um rosário de acusações de um lado e do outro. A verborragia de Heloísa Helena julgando e condenando tudo e todos; O estoicismo de Geraldo Alckimim que até na hora de atacar ém sem graça. As frases de efeito do senador Cristovam com tom professoral e as parábolas de Lula, comparando seu governo com futebol, música, qualquer coisa que sem esforço de raciocínio, sirva aos propósitos da reeleição.

Como gerar empregos? Como baixar os juros, como melhorar a educação? bem, isso tudo é muito chato. A campanha deve prometer amanhãs que cantam, milhões de empregos, uma vida feliz, dias melhores. São promessas que não podem ser cumpridas que ganham eleição. Que o diga o presidente Lula.

Nenhum comentário: