22 julho, 2006

Operação Cerol

Vimos ontem porque existe tanta corrupção no Brasil e porque os corruptos não têm medo da cadeia. Superintendentes da Polícia Federal do Rio de Janeiro, deve acontecer o mesmo em outros estados, faziam vista grossa, depois de receberem vultuosas propinas, a crimes contra a previdência e ao sistema tributário. Num país, onde o parlamento é em geral corrupto, o governo federal, também, juízes idem, e a polícia participa das tramóias contra a sociedade, que esperança haverá?
Zé Paulo fará mais uma campanha: Corrupção como crime hediondo. Sem direito à fiança, confisco dos bens e perda dos direitos políticos para sempre até a 3a geração.


Nenhum comentário: