27 julho, 2006

Heloísa, Cristovam, Lula e a máquina pública

Essa semana tivemos uma mostra do falso moralismo da senadora Heloísa Helena. Ela demitiu um assessor seu que divulgava sua agenda de candidata pelos computadores do senado. É óbvio que a senadora sabia da operação, o que não estava no script era o vazamento da ação para a imprensa, tirando da senadora sua aura de pura. O jeito Heloísa foi demitir e propagar a demissão desse seu assessor, dando um exemplo de moralidade no trato da coisa pública! Tenho informação que esse assessor continua recebendo seu salário normalmente, ou seja, foi só pirotecnia!

Ontem o senador Cristovam, que faz uma das campanhas mais modestas, teve que explicar à imprensa ávida de sensacionalismo, porque sua assessora Maria Neblina usou o computador do senado para divulgar a agenda do candidato. Explicou, mas reclamou que gostaria de falar de propostas sobre o Brasil, e não dessas coisas... palavras dele.
O presidente Lula em mais de uma ocasião, fez coisa muito pior: usou, por exemplo, o avião da FAB para fazer o comício de abertura de sua campanha em Recife, depois, e só depois da pressão da imprensa, o PT comunicou que pagará o "frete presidencial." Quem acredita? eu não.
A atitude do senador Cristovam foi mais ponderada, e no meu ver correta. Vai conversar com os advogados sobre o caso e depois tomar uma decisão, por isso não caiu no falso moralismo da beata das Alagoas, que demite o assessor para a imprensa, mas o mantém junto a si, e parece que com salário e tudo.

3 comentários:

Eduardo Balduino disse...

É importante registrar que CRISTOVAM BUARQUE, em nota à imprensa ontem, 27-07, assumiu a responsabilidade pela utilização de computadores do gabinete para agenda de candidato. Não demitiu a assessora, porque disse que iria afirmar não saber o que acontece em seu gabinete. E determinou que a agenda e qualquer outro tipo de atividade da campanha fosse imediatamente retirados do Senado.

Eduardo Balduino - Assessoria de Imprensa CRISTOVAM 12 - PRESIDENTE

Eduardo Balduino disse...

Corrigindo comentário anterior: CRISTOVAM disse que NÃO iria afirmar não saber do que ocorre em sua volta.

Grato,

Eduardo Balduino

Anônimo disse...

bom comeco