28 julho, 2006

ENTREVISTA: PERGUNTA 3

NP: Quando ministro da educação, o senhor acabou com o Provão. Em quê o senhor discordava desse objeto de avaliação do ensino superior?

CRISTOVAM BUARQUE: Não acabei com o Provão, complementei o Provão, que avaliava apenas os alunos, fazendo também a avaliação dos professores, das instalações e do compromisso social que as faculdades desempenham. O resultado do Provão, somado ao resultado das outras três avaliações que formavam um índice, criou o Índice de Desenvolvimento do Ensino Superior (IDES). Essa foi a proposta que fiz. A única mudança no provão é que defendi que, se o objetivo do Provão era avaliar um curso através dos alunos bastava uma avaliação por amostragem, com uma amostra representativa de alunos. Não acabei o Provão, ampliei e melhorei.

Nenhum comentário: